quarta-feira, 15 de abril de 2009

De volta aos feudos


De uns cinco anos para cá está acontecendo um fato, no minímo, curioso. Estamos no "boom" da engenharia civil, onde a cada dia surge condomínios fechados com as mais diferentes salas, aréas de vivência, playgrounds e mais um milhão de coisas que nem o nome se entende (ainda mais no estado mais pobre da nação). O que seria isso se não a volta aos velhos conhecidos feudos? Já temos uma cidade provinciana mesmo, isso é apenas a continuação. O irônico nisso tudo é essa busca por uma pseudo-segurança que é praticamente impossível num país como o nosso. Na verdade, já começo a pensar em algo mais grave, as pessoas não estão procurando segurança talvez estejam atrás de esconderijos, onde possam se esconder das mazelas da sociedade que todos têm medo de encarar. Só tenho essa explicação para a criação de espaços para a diversão dos pets das madames...

Assim, cada qual se tranca em seu condomínio fechado, vive aquele mundo de cores amenas (para não cansar), banha na piscinas com os amigos vazios e brincam nos espaços reservados com seus pets. Que o mundo depois dos muros se exploda! e que não passe resquícios pela cerca elétrica...



P.S.: Não sou contra condomínios fechados.

2 explosões:

Fernanda Mel disse...

Estamos nesse rumo Luh!
Os maranhenses têm tentado criar uma pseudo alta sociedade, para se isolar dos demais e fingir que a real situação do Maranhão não existe.

Lets Figueiredo disse...

Um feudo onde os "senhores" não juram proteção nem ao filho, quanto mais aos "servos". E "servos" que passam longe de jurar fidelidade. A senhora dos senhores volta ai, e a constituição de feudos se fecha ainda mais.