domingo, 23 de agosto de 2009

Vigilância escolar



Vi semana passada a manchete de uma reportagem sobre câmeras na escola para os pais observarem o que os filhos fazem, como não assisti tudo não posso falar dos detalhes, nem explicações sobre o por quê disso. Ainda assim, a primeira coisa que pensei foi: "Qual a necessidade disso?". Porém, pensei um pouco no assunto e acredito que isso é reflexo de alguns problemas que rondam a relação entre pais-escola e filhos-pais.


Primeiro que todos sabem como grande parte dos pais credita toda educação do filho à escola, retirando da família toda responsabilidade, assim, não duvido nada de que muitos pais irão usar as câmeras para observar a escola e culpá-la pelos atos dos filhos. Logo, poderá complicar ainda mais a frágil relação que as escolas tentam manter com a família.


Segundo que essa ferramenta mexe com outra relação ainda mais complexa, entre pais e filhos, principalmente, adolescentes. Até que ponto os pais podem interferir na vida dos filhos? Isso é preocupação ou a anulação da privacidade? Em que isso ajudaria na relação com os filhos? Ou melhor, na relação aluno-escola?


A escola possui, sim, um papel de formação e educação de pessoas, claro. Assim, as câmeras também tiram em parte essa responsabilidade da escola, diminuindo sua autoridade, o que pode prejudicar a própria atividade do colégio inteiro.


Imagino que muita gente defende essa "inovação" e possui seus motivos, porém acredito que não irá ser colocado em prática de forma maciça, até porque continuo sem entender a necessidade e o ganho para o aluno na sua formação (pois é esse o único aspecto que precisa ser pensado) sabendo que estão sendo "vigiados" pelos pais na escola.

7 explosões:

Hosana Lemos disse...

essas cÂmeras tem lá suas vantagens mas também tem inúmeras desvantagens, não quero entrar em detalhes mas concordo contigo quanto ao fato de que a escola possa se sentir menos responsavel em relação aos alunos!!

bjos, ^^

Meu cabelo não nega disse...

Isso é fruto muito mais da relação entre pais e filhos. Foi ela que fragilizou a relação entre pais e escolas.
Pra mim, o saldo dessas câmeras é negativo. Nem tanto pela perda da privacidade, mas da confiança. Ela é a pedra fundamental em qualquer tipo de relacionamento. No momento que lançamos mão de um instrumento que diz "Preciso ficar observando você sempre, pois não confio em você", estamos dando um tiro no próprio pé.

Raysa disse...

Nossa, querida Luh, agora que vi seu comentário, deixei o blog meio de lado, uahsushauhsa, falta de tempo! xD Mas muita saudade.
Que bacana isso!
Bom, sobre o post, concordo com você quando fala das desvantagens dessa "novidade".
Bjs.

Teresa disse...

BBB na escola heheheheh

bom e ruim.

polêmico, eu diria.

Melanie B. disse...

Nao me sinto a vontade com as lentes em cima de mim 24 horas...
Gostei da foto do perfil *_*

BjO meninaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa !!

Lilianne Mirian' disse...

Vigilância e Monitoramento..
"Perseguição"...
Saber tudo q se fez o di ainteiro..
Não dá..
já acho demais..
beiijoo'

raissa disse...

realmente, que medo. BBB escola?
acho que não... incrivel como
um tenta transferir a responsabilidade para o outro, sinceramente...