domingo, 22 de fevereiro de 2009

Humanização da sociedade

Começei a ler essa semana o Vendedor de Sonhos e como cada linha do livro te faz refletir sobre diversos aspectos da nossa sociedade estarei, quando achar necessário, comentando aqui sobre ele. Muitos pontos que o Mestre ressalta eu já havia reparado também, como a tranformação da religião em uma mera forma de acabar com as dores mundanas do dia-a-dia. Porém, a mensagem que achei mais bonita nessas primeiras 100 páginas lidas foi, com certeza, a relação do grupo da história com as pessoas, ou seja, a humanização que todos eles estão passando. Mostram que todos merecem o mesmo respeito e que cada um, principalmente os "figurantes da sociedade", possui uma história de vida fascinante, com alegrias e tristezas, sucessos e derrotas.
Isso tudo me dá fôlego para prestar mais atenção em todos aqueles que diariamente ignoramos e que ás vezes só precisam de um ouvido disposto a escutar seus problemas e apoiá-los a seguir a vida nesse manicômio social que vivemos. Além dessa visão, outra que adorei foi a relação das crianças com a tecnologia. Como os pais enchem seus filhos de equipamentos eletrônicos para não ter que se relacionar com eles como pessoas Praticamente não existe mais a espontaneidade entre pessoas, mas na frente de uma máquina todos libertam seus sentimentos e apenas aqui todos perdem o medo de se perder. Tenho noção de que é isso que eu também faço, porém já estou trabalhando para me humanizar. E você, não quer tentar também?

2 explosões:

Lets disse...

adorei teu post...
a sociedade atual realmente não é humana.
o que temos é uma sociedade em descaso quanto a estagnação dos valores sociais! essa indiferença é um mau comum que resulta num mau-estar social, porém não percebivél pelos proprios constituintes da nossa sociedade.
ah..adooorei o visu do teu blog...poxa..tn que personalizar o meu..quero tempo pra isso, pra eu descobrir as coisas =p
bjao luuuh!
=*

Anônimo disse...

Facil demais falar luh. Para todos nós, o problema é que ignorar os outros se tornou um hábito, nos acostumamos a nos preocupar apenas com os nossos problemas e achar que ele sao sempre maiores que o mundo( eu que o diga)!!
O livro é bom? Me empresta! =D
Adorei a menina espantada que parece contigo.
;*
Mell